Meu Primeiro Marketplace

24 de jul de 2018

Venda nas redes sociais: 4 dicas para Facebook

Como vender mais no Facebook?

Se a sua loja virtual ainda não possui uma página no Facebook, é preciso fazê-la agora. Cerca de 130 milhões de brasileiros estão na rede social – somos o terceiro país com mais usuários, atrás apenas dos Estados Unidos e da Índia –, e isto não pode ser ignorado.

Você já deve ter se frustrado ao não encontrar o site de alguma loja. Hoje, a sensação é a mesma quando o cliente procura, mas a loja não possui página no Facebook.

Para ajudá-lo, separamos cinco dicas simples de como usar a plataforma para alavancar as suas vendas.

Dicas gerais

O Facebook permite textos grandes em cada post. Porém, não é por isso que você deve fazer publicações enormes – a tendência é que afastem os usuários. Uma pesquisa da Express Writers constatou que os posts com 40 caracteres ganham 86% mais engajamento do que as postagens mais longas.

Além disso, inclua uma imagem em todos os posts e, se possível, uma chamada nas imagens. Use exclamações, interrogações e reticências e encontre as melhores hashtags em cada caso. Quando for postar um link, encurte-os antes e remova a URL quando a plataforma criar o link automático.

Conteúdos compartilháveis

Provavelmente, o seu objetivo é conseguir mais clientes. Antes, porém, você precisa de mais fãs, mais pessoas curtindo a sua página. Os usuários que acompanham seus posts e se envolvem com o conteúdo publicado tendem a se transformarem em clientes.

Por isso, sua primeira preocupação será produzir conteúdo de qualidade, informativo, que seja interessante para o público que você quer atingir. Existe um princípio chamado Lei de Pareto (80/20) que, adaptado livremente ao contexto de redes sociais, aconselha que para cada dois posts sobre produtos, você crie oito com conteúdo para informar e conseguir interação.

Estes posts servem para engajar o cliente no seu negócio, envolvê-lo na proposta de valor e nas bandeiras que seu e-commerce carrega.

Integrar

Sua loja online possui blog, Twitter, YouTube ou outras redes sociais? Integre todas elas, compartilhando os posts e referenciando umas nas outras.

O Facebook possui, também, um marketplace em que você pode divulgar seus produtos. Integrando o seu site com esta plataforma, você pode controlar estoque e as formas de pagamento, por exemplo. Além de um novo lugar para vender, isso facilita para o cliente, que não precisar sair da página da rede social para finalizar a compra.

Facebook Ads

O Facebook vem mudando seus algoritmos, priorizando publicações que tornem a rede mais social e menos comercial. Na verdade, por conta da grande concorrência, o objetivo é que você pague através do Facebook Ads para que os posts da sua empresa apareçam para um público maior. Esta ferramenta é imprescindível para o crescimento da sua marca na plataforma.

De maneira básica, você pode impulsionar a sua página através de dark posts, que aparecem para usuários que ainda não a curtiram. Existe, também, a possibilidade de patrocinar cada post que você compartilha na sua timeline, buscando mais interação do público, como curtidas, comentários e compartilhamentos.

Inclua nos seus custos e investimentos o valor para o Facebook Ads. Muitas vezes o retorno não é direto, mas um trabalho bem-feito com esta ferramenta pode aumentar o tráfego do seu blog, página ou loja, fazendo crescer suas vendas.

Outras ferramentas

São três as ferramentas mais usadas para gerenciamento de contas no Facebook:

Buffer: para troca de mensagens diretas e programação de posts em diferentes dias e horários;

Mention: para monitorar o que falam sobre sua marca nas redes sociais. É indicada para identificar reclamações e crises;

Canva: para criar imagens e artes gráficas.

 

 

 

Leia também: 5 dicas para fazer chamadas nas redes sociais